Genghis

Dune Trader

Description:

Human, 26 years, 1,81m, 78kg.
olive skin, hazel eyes, brown short hair, full-shorted beard

Genghis-1.png

Genghis-2.png

Bio:

GENGHIS

Nascido dois minutos antes de seu irmão Darhan, Genghis foi criado pelo firme pulso de seu pai, Mahrez, um homem humilde de Nibenay, mas que ao custo de muito trabalho conquistou reconhecimento e uma vida estável na carreira militar.

Desde bem pequenos, os gêmeos já sabiam que seu futuro era seguir os passos do pai, enquanto brincavam bradando ossos como espadas e sonhando com seu glorioso destino.

Quando chegaram a idade de alistamento ambos foram encaminhados ao Templo Militar, mas logo ficou evidente que a vida dos dois não seria nada fácil. Darhan era claramente inapto para o exercício marcial e Genghis apesar de adorado pelo chefe dos cadetes por sua grande capacidade tática e de liderança era zombado pelos outros jovens por ser de origem pobre, ser o protetor de seu irmão “molenga” e para completar era um completo inapto nos rituais de danças marciais, típicos do exercito de Nibenay.

Qualquer pai consciente teria percebido que o templo da guerra não era lugar para Darhan, porém a cabeça dura e o orgulho de Mahrez forçaram o garoto a dois anos de treinamento inútil, até que se sucedeu o fato que mudaria para sempre a vida dos dois irmãos.

No segundo ano de academia os cadetes recebem sempre a visita de uma representante do Templo do Pensamento, que seleciona entre os jovens de linhagem mais nobre aqueles com mais potencial para receberem treinamento especial e fazerem parte da guarda de elite, protetora do feiticeiro-rei, de sua fortaleza e de seus segredos, sob ordem das Esposas do Rei Sombrio.

Vetados dessa possibilidade, esse período em especial foi o mais difícil para os irmãos, onde a chacota e humilhação dos outros chegou a níveis escandalosos, e sendo assim, ambos resolveram pregar uma peça a representante do templo do rei como vingança.

Na calada de uma noite abafada, ambos invadiram a tenda da templária enquanto ela secretamente se divertia com algum outro jovem cadete e roubaram-lhe um estranho livro que ela carregava escondido, mas que Darhan notara algumas vezes estar em posse dela e parecer sigiloso e importante.
E ao que indicava o gêmeo mais novo estava certo. Apesar de fazer o máximo para não levantar suspeitas, a Esposa parecia furiosa e abalada, e inúmeras vezes sondou e procurou as escusas pelo seu precioso item. Ela parecia disposta inclusive a estender sua estadia, mas a busca se mostrou totalmente infrutífera, e sem poder contar com ajuda alguma a templária se viu obrigada a voltar para a cidade sem seu livro e com um grupo de nubentes e uma enorme dor de cabeça.

Genghis jamais soube como Darhan aprendeu a ler com tanta facilidade os rabiscos e mais impressionante ainda, adquirir os dotes mágicos que ele ensinava. Durante todo o treinamento na academia o irmão se dedicou aquele livro, e às escondidas, se tornou um bruxo!

Ele sabia que aquilo era proibido, mas estava extremamente feliz pelo irmão ter encontrado algo em que era bom, e ele sabia que o irmão jamais faria algo de ruim, logo não havia motivos para duvidar de que essa proibição só podia ser bobagem, portanto o apoiava e mantinha seu segredo.

Anos se passaram até que o ocorrido na academia voltasse para cobrar deles. A relação entre Darhan e o pai dos dois jamais voltou as boas, pois o velho Mahrez eternamente veria o filho como uma vergonha, e a pobre mãe, Faehla, apesar de carinhosa era uma mulher submissa demais para tentar qualquer tipo de atitude com o intuito de mudar a oppinião do marido.
Genghis tinha acabado de ser promovido a sargento da guarda de Nibenay, cargo mais alto que um militar de origem pobre pode alcançar, quando foi chamado a comparecer ao Templo do Pensamento, a convite de um psíquico que supostamente ficara impressionado ao ouvir falar dele.

Já imaginando o pior, Genghis abandonou o quartel as pressas e partiu para casa. Logo notou que era seguido por uma figura esguia e encapuzada. Antes de chegar ao seu destino, quando se aproximava da parte masi afastada do Distrito Oeste, onde vivia, foi atacado pela figura, com suas magias muito parecidas com as que por poucas vezes vira Darhan usar. A Esposa os havia descoberto e queria seu livro de volta. Genghis a enfrentou como pode, mas a dura batalha jamais teria sido vencida se seu irmão não surgisse em seu auxílio de forma crucial.

No furor do combate a feiticeira não resistiu e morreu. Assustados, ambos deram um jeito de esconder o corpo da mulher e partiram as pressas, juntando apenas o extrictamente necessário para viver até encontrarem uma caravana que os aceitasse.
Darhan disse que já desconfiava que havia sido descoberto há alguns dias e ambos não sabiam quem masi poderia estar ciente do roubo. Partir era a única solução.

Os primeiros meses forma difíceis. Os irmãos não eram acostumados a vida do deserto e demoraram até conseguir criar uma história convincente. Passando-se por filhos de um mercador das dunas, ambos conseguiam lugar nas caravanas sempre com a desculpa de estarem fazendo algum serviço a um mercador que nunca existiu. Às vezes “levavam alguma notícia importante” às vezes “buscavam alguma encomenda importante”. Apelavam para o código dos caravaneiros do deserto e em troca prestavam serviços que fossem necessários.

Darhan sabia ser muito convincente (quando não podia usar seus dotes mágicos) e Genghis ainda era um grande guerreiro apesar da culpa por abandonar sua família e assassinar a vítima do furto dos dois o consumir diariamente e aos poucos ele ir se entregando ao alcoolismo.

Partindo de Raam numa caravana rumo a Draj ambos ofereceram proteção a um mercador de utensílios de madeira, corajoso suficiente para fazer negócios na perigosa rota, mas temente de ataques de qualquer dos lados dessa guerra e procuram fazer fortuna para “comprar” suas novas vidas e deixar no passado os erros que cometeram.

Genghis

Aventuras sob o Sol Escuro tim_langendorf